Dicas em Saúde

Amigos e Família

Qualquer pessoa que recebe uma notícia, seja ela boa ou má, tem que decidir quando e com quem pretende partilhar essa informação. Em alguns casos, estas decisões podem ser muito simples. No entanto, quando a notícia é o diagnóstico de Demência é comum as pessoas despenderem de mais tempo a refletir sobre quando e a quem, entre os familiares e amigos, vão contar.

  1. Aceitar o diagnóstico
  2. Tomar a decisão de comunicar o diagnóstico
  3. Falar sobre o diagnóstico

Recurso:
Falar sobre diagnóstico de demência

Fonte: Alzheimer Portugal

Para as pessoas com perda de memória, a música e as canções tem um significado especial. À medida que a memória a longo prazo é ativada, é restaurado o sentido de identidade. A música proporciona relaxamento, retorno às boas lembranças e sentimentos de calma e segurança. A música reorienta a pessoa e distrai-a do stress da vida. Pode também ajudar a pessoa a recuperar de uma depressão.
Seguem-se algumas sugestões sobre como utilizar a música em casa com seu amigo ou parente.

  1. Relaxem juntos
  2. Ouçam juntos
  3. Cantem juntos
  4. Movimentem-se e dancem juntos
  5. Convide os amigos e façam uma atuação ao vivo
  6. Faça uma banda com utensílios de cozinha
  7. Assistam a concertos

Recurso:
Sugestões para utilizar a música em casa

Fonte: Alzheimer Portugal

Todas as pessoas são criativas. Algumas pessoas gostam de cozinhar, outras de praticar jardinagem, escolher roupas, arrumar quartos, cantar ou tocar música. Outras pessoas expressam a sua criatividade através da pintura de quadros quadros, da poesia ou da prosa. A expressão artística pode ser algo de que a pessoa com Demência goste e que a faça sentir bem. Seguem-se algumas sugestões de atividades artísticas que pode fazer em casa com a pessoa de quem está a cuidar.

  1. Prepare o espaço
  2. Comece por algo
  3. Ajude a fazer os primeiros traços
  4. Escreva o que a pessoa ditar
  5. Os duetos podem ser divertidos
  6. Trate com respeito tudo o que a pessoa criar
  7. Não critique

Recurso:
Sugestões para a expressão artística em casa

Fonte: Alzheimer Portugal

As celebrações de datas importantes e de festas religiosas, como o Natal, são tradicionalmente alturas de reunião familiar, troca de presentes, partilha de comida e bebida e comemoração. Todavia, estas datas podem simultaneamente ser fonte de alegria e de stress, especialmente para os prestadores de cuidados, porque representam, também, uma alteração na rotina normal.

Torne as alturas festivas mais fáceis para si e para os outros, de modo a poder relaxar e aproveitar o tempo que estão juntos. Seguem-se algumas sugestões que podem ser úteis. Estas apesar de fazerem, muitas vezes, uma referência específica ao Natal, são uma orientação útil para outras reuniões familiares e celebrações religiosas

    1. Modifique o ambiente
    2. Partilhe os cuidados
    3. Flexibilidade
    4. É importante ter períodos de descanso e tranquilidade
    5. Troca de presentes
    6. Envolva a pessoa com Demência
    7. Partilhar memórias
    8. Procure suporte emocional

Recurso:
Comemorar datas festivas para familiares, amigos e cuidadores

Fonte: Alzheimer Portugal

Visitar uma pessoa com demência e os seus familiares é importante para o bem-estar emocional deles. Contudo, as pessoas com Demência, geralmente, não são capazes de iniciar atividades ou entretê-lo a si, o visitante. Seguem-se algumas sugestões, que podem ser úteis ao visitar o seu amigo ou familiar, quer este resida em casa ou num lar residencial.

  1. Desenvolva uma atitude flexível
  2. Seja gentil consigo mesmo
  3. Leve algo consigo
  4. Estabeleça um ritual de visita
  5. Escreva cartas e postais
  6. Apresente-se à equipa
  7. O silêncio não é algo negativo
  8. Providencie uma bebida
  9. Falar não é tudo
  10. Comece a fazer um livro de coisas importantes a lembrar
  11. Faça um livro de vida
  12. Considere a realização de tarefas
  13. Toque um instrumento ou cante
  14. Leve consigo um animal ou o seu animal de estimação
  15. Saiba que a sua visita faz diferença
  16. Se necessário, fale com alguém

Recurso:
Visitar uma pessoa com demência

Fonte: Alzheimer Portugal

Cuidar de uma pessoa com Demência pode ser física e emocionalmente desgastante. Alguns familiares podem ter dúvidas sobre os seus próprios sentimentos e acreditar que os outros não compreendem como se estão a sentir.

É importante lembrar que todos os membros da família são afetados, de várias maneiras, pela Demência do seu parente. Como amigo pode fazer muitas coisas para apoiá-los.

  1. Mantenha-se em contacto
  2. Faça pequenas coisas – estas significam muito
  3. Ajude-os a fazer um intervalo
  4. Seja específico quando oferecer ajuda
  5. Seja um bom ouvinte
  6. Aprenda mais e envolva-se

Recurso:
Como apoiar um familiar de pessoa com demência

Fonte: Alzheimer Portugal

A pessoa com Demência continua a experienciar todas as emoções habituais dos adultos, embora a capacidade de expressá-las possa estar afetada. Seguem-se algumas sugestões para apoiar um amigo com Demência.

  1. Ajude o seu amigo a manter a independência
  2. Oiça e dê tempo à pessoa para responder
  3. Comunique de forma clara
  4. Seja realista sobre a perda de memória

Recurso:
Sugestões para cuidadores

Fonte: Alzheimer Portugal

Cuidar de alguém é uma actividade que envolve riscos para a saúde, quer física, quer psicológica. Se é cuidador, deve avaliar periodicamente se está em risco de exaustão. Eis alguns sinais de alarme:

  • Perda de interesse por actividades pessoais;
  • Aumento da ansiedade;
  • Tristeza, irritabilidade ou sentimento de desespero
  • Indiferença
  • “descarregar” na pessoa ao cuidado mesmo sabendo que este não tem culpa;
  • Descurar a própria saúde ou ficar frequentemente doente;
  • Isolamento social
  • Pobre funcionamento familiar
  • Padrões de sono pobres ou irregulares
  • Fadiga ou falta de energia
  • Sente-se vitimizado

A partir de uma determinada idade, é natural que o sentimento de perda e solidão comece a instalar-se. Afinal, não é fácil ver familiares e amigos partirem, nem sentir que o nosso lugar na sociedade se alterou. Ajude a pessoa sénior a lembrar-se da importância que tem para a família e os amigos, permitindo-lhe que participe, que tenha tarefas e responsabilidades dentro do que lhe for possível fazer. Mesmo as pessoas com graves limitações físicas e intelectuais podem contribuir com algum trabalho. Pense que tipo de tarefas podem ser atribuídas e discuta com a pessoa a disponibilidade para colaborar.

Recurso: “80 – odd years of happy”

Informe-se! Ajude a si e a quem precisa.

Recurso:
Burnout

O luto de alguém que é nos querido não é fácil. É importante perceber que as pessoas, perante a perda, podem reagir de diferentes formas. A morte inesperada ou violenta pode provocar reações mais intensas e dolorosas, do que as verificadas com a morte natural.

Informe-se! Ajude a si e a quem precisa.

Recurso:
Luto

No entanto, esta é uma solução permanente para um problema passageiro.

A tentativa de suicídio é um pedido de ajuda que nunca deve ser ignorado. É um sinal de que algo está errado.

Informe-se! Ajude a si e a quem precisa.

Recurso:
Suicídio

Informe-se porque este teste permite diagnosticar doenças nas primeiras semanas de vida dando a possibilidade de as tratar precocemente.

Recurso:
Teste do Pézinho

Informe-se para que possa ajudar quem precise.

Recurso:
Desdobrável

Algumas medidas muito simples podem reduzir significativamente.

Recurso:
Folheto SMSL

Ou tem um bebé pequenino? Leia este guia que o irá ajudar porque educar uma criança é uma das tarefas mais importantes.

Recurso:
Brochura

Ter um irmão significa poder partilhar, ter sempre companhia e ter sempre alguém com quem possa contar.