Dicas em Saúde

Acidentes e Primeiros Socorros

O que fazer em caso de emergência?

O 112 é o Número Europeu de Emergência, sendo comum, para além da saúde, a outras situações tais como incêndios, assaltos ou roubos. As chamadas efetuadas para o 112 são atendidas pela PSP e pela GNR, nas Centrais de Emergência, que encaminham de seguida para o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) as chamadas que à saúde digam respeito.

Após receber a chamada transferida pela Central 112, o INEM inicia um processo de localização, triagem e aconselhamento da ocorrência. Essa localização é imprescindível para enviar a ajuda necessária, devendo ser o mais completa possível.

O que fazer?
Informe, de forma simples e clara:

  • A localização exata e, sempre que possível, com indicação de pontos de referência;
  • O número de telefone do qual está a ligar;
  • O tipo de situação (doença, acidente, parto, etc.);
  • O número, o sexo e a idade aparente das pessoas a necessitar de socorro;
  • As queixas principais e as alterações que observa;

Só assim é possível o INEM enviar os meios de socorro adequados à situação clínica das vítimas, ajuda que pode passar pelo acionamento de Ambulâncias de Emergência ou Socorro, Viaturas Médicas de Emergência e Reanimação, Motociclos de Emergência Médica, Helicópteros de Emergência Médica, entre outros.

O que não fazer?

  • Nunca desligar a chamada de emergência até que lhe digam que o pode fazer;
  • Não fazer chamadas falsas para o 112. Use este número apenas em caso de emergência.

Para ajudar, basta manter a calma e responder às questões colocadas pelos operadores, seguindo todas as indicações

Recurso:
INEM

Informe-se. Leia com atenção a brochura!

Recurso:
Intoxicações

Quando ligar para o 112 lembre-se:

Quantos? Informar qual o número de vitimas e se está algum socorrista no local.
Quem? Descrever a vítima (se é mulher/homem, grávida ou não, etc.)
O quê? O que se passou (queda, desmaio, atropelamento…)
Onde? Tentar descrever o local onde o acidente ocorreu.